Tarifas bancárias. Planejamento financeiro

modas notas tarifas bancárias

O controle financeiro de uma empresa passa por mínimos detalhes, às vezes imperceptíveis. E as tarifas bancárias pode ser um destes detalhes.

Já há tempos o Banco Central do Brasil determinou os serviços bancários que devem ser oferecidos pelos bancos de forma gratuita. Entre eles, temos: fornecimento de cartão de débito, quatro saques por mês, 10 folhas de cheques por mês, entre outros. Verifique estes itens em Banco Central.

Talvez sua empresa não esteja prestando a devida atenção a esta despesa.

Afinal, você pode pensar, as tarifas são “tão baratinhas” perto de todos os outros custos da empresa, não é?

E, neste raciocínio, não valeria a pena gastar tempo com este custo “tão pequeno”.

Mas o custo não é tão pequeno assim não. Há estudos que informam que em 2019 os brasileiros pagaram aos bancos, em tarifas bancárias, o total de R$ 29.000.000.000,00 (29 bilhões de reais) em pacotes e serviços de conta corrente.

E, dentro deste total, há uma parte que sua empresa pagou, talvez de modo indevido.

Tarifas bancárias: custo é custo e é mais caro quando é indevido!

Este é um pensamento que deve nortear sua empresa. Custo é custo. E. quando é indevido, é mais caro!

Muito provavelmente, sua empresa está gastando alguns reais (Poucos? Muitos?) e você deve prestar atenção nisso. Especialmente se sua empresa tem conta bancária em mais de um estabelecimento.

E por onde eu começo então?

Primeiramente, mudando de mentalidade. Não importa o valor gasto em tarifas. Se ele é indevido, ele é caro.

Assuma esta postura. Não restrinja seus critérios de caro/barato apenas no valor nominal do custo. Utilize, sempre, e em primeiro lugar, se o custo é devido ou não. E as tarifas bancárias se encaixam neste modelo de pensamento.

Em seguida, escolha um momento de sua semana, toda a semana, para checar seus extratos com foco naquilo que foi cobrado pelo banco, sob a rubrica de “custos”, “taxas, “taxas de serviço” ou expressões análogas.

Em um mês, some tudo o que sua empresa gastou e multiplique por doze. Este é seu custo anual.

E chame seu gerente para negociar estas tarifas. Ele está lá para servir você e sua empresa. Deve se comportar como um parceiro de negócios. E querer também a prosperidade de sua empresa.

Antes deste encontro, analise as mesmas tarifas bancárias cobradas por outros estabelecimentos. Verifique se seu banco está cobrando de forma abusiva, indevida.

E, ainda que os valores sejam devidos e estejam em um nível de mercado, analise se você está satisfeito com os serviços que eles prestam.

tarifas bancárias drenoq

Afinal, os valores são devidos por um serviço e este serviço deve ter a qualidade do valor que se paga!

As tarifas bancárias pesam e muito no seu fluxo de caixa anual!

Comece a prestar mais atenção também nestes itens, nas tarifas bancárias, e a economizar valores importantes para sua empresa, fechando este ralo de desperdício, na sua vida pessoal ou empresarial!

 

Texto elaborado com a colaboração do coach Marcelo Guimarães

 

2 comentários em “Tarifas bancárias. Planejamento financeiro”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima